RSS

Em defesa de um batom vermelho borrado…

Publicado em

Por Jessica Rabbit

Algumas vezes na vida ouvi umas barbaridades por ai: “Homem que é homem não gosta de batom vermelho porque não pode ficar beijando a mulher. Homem que é homem não gosta de mulher de unhas vermelhas, é vulgar”. Calma, antes dessas frases enfurecerem o meu lado feminista – podendo ser resumidas em um monte de baboseiras que a história construiu sobre as mocinhas e o rouge, aquele mesmo do Moulin Rouge –  quem se incomodava mais ainda era o meu lado feminina, donzela.

Sou daquelas mocinhas completamente girly. Adoro uma capa de celular rosa e tenho plumas decorando o meu apartamento. E pra piorar faço parte do time das make-ups freaks, daquela que tem culpa de comprar mais um batom para coleção, com vergonha de alguém ver que você já passou de uma opção de cor por dia do mês…

Batom vermelho para mim sempre foi sinônimo de dias animados. Dias em que eu acordava com paciência de cuidar do rosto, com tempo para deixar uma pele bem uniforme para que o batom não fique lá jogado no meio das olheiras e manchinhas. Batom vermelho requer bom humor para retorcar e vigiar durante o dia. Requer um dia de boa autoestima para segurar aquela bocona e os olhares atravessados (positivos e negativos) que ela gera. Sem contar num look meio fantasia, lúdico, que o destaque para os lábios requer. Nunca foram dias de vestida para matar, ou de vem que eu tô querendo como as pessoas associam….

Maaaas…. gostaria de registrar que trabalhar os lábios, vigiá-los o dia todo e ficar observando olhares para a sua boca tem seu quê afrodisíaco. Então rapazes (e moças se for o caso), não se inibam frente a esse bocão. Não fiquem com medo desse empoderamento que o rouge à lèvre causa nas mulheres. No fundo no fundo, depois de se exibir por ai, aquele batom quer é estar todo borrocado na cara. Resultado daqueles beijos roubados na garagem enquanto você procurava a chave de casa. Que te deixam ainda mais ruborizada ao passar pelo porteiro com a prova do crime manchando o seu queixo, pescoço, orelha… o nariz, a gola e a boca dele…

Ah, e não me esqueci das unhas vermelhas…. vamos ser sinceras minha gente, que pau não fica mais saboroso com unhas bem feitinhas e coloridinhas envolvendo aquele membro todo entumecido??? Hein??? E ainda se acompanharem uma virilha toda borrada de batom vermelho….

Bom, o desabafo era só para dizer que é necessário romper as barreiras do preconceito, do medo do lúdico, do diferente ou do que insinua. Se hoje é dia de batom vermelho ou de um lipbalm boring, vamos aproveitar as diversas brincadeiras que isso pode gerar.

Pra mim, homem que é homem não perdoa um batom vermelho.

About these ads

»

  1. Garota,

    Confesso que adorei seu blog.
    Concordo com vc em genero, numero e grau.
    Esta historia vez me lembrar de uma amiga que parou de pintar as unhas de vermelho, que ela tanto amava, por causa do namô. Vê se pode?
    Eu amoooo vermelho,e se essa cor for de puta,então sou bemmmmm puta hehehe… mas tem muitas putas disfarçadas por aí se bem que a moda nos filmes pornos hojé são unhas a francesinha… não gosto.

    Um abraço e parabens!

    Camila

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: