Assinatura RSS

Preconceitos que não vemos

Publicado em

Canso de ver gente super defensora dos Direitos Humanos, que se indigna com a desigualdade social e que combate o racismo, tendo atitudes bem preconceituosas. Às vezes sem perceber, achando que é só uma piada ou um pouco de “veneno”.

Mas reproduzirmos justamente o que mais tentamos combater é bem perigoso. Criticamos a indústria da moda e continuamos a fazer “piadas” de gente “acima do peso” (isso é bem relativo, acima de que peso? Do ideal? Não existe um peso ideal para todo o mundo), falamos de “cabelo ruim”, comentamos com desdém a roupa de alguém que não está com as cores combinando ou que” não condiz” com a sua idade/corpo/gênero.

Claro que podemos ter opiniões, impressões, preferências. Sem entrar no mérito da construção do gosto pessoal, das influências externas e internas que sofremos, é importante ter cuidado para não misturar as coisas. Eu posso não me sentir atraída por homens baixinhos, ou por mulheres altas. Isso não significa que homens baixinhos tenham que tentar crescer e mulheres altas diminuir, que valem menos, que outras pessoas não achem justamente a altura o maior charme de cada um/a.

E se eu coloco na minha página do facebook (hoje em dia os maiores reveladores de preconceito), ou no twitter , alguma brincadeirinha falando mal de baixinhos e altonas, estarei sendo preconceituosa. Se coloco uma piada sobre pessoas gordas, ou a foto de alguém com cabelo enrolado sugerindo que faça chapinha, também estarei sendo preconceituosa.

Se eu estou na mesa de um bar com uma amiga e comento que baixinhos não me atraem, estou apenas contando pra ela algo que tem importância só pra mim – e provavelmente nem é um critério “definitivo”. E se eu prefiro o meu cabelo alisado, quero perder peso, quero colocar silicone, quero ser loira, o problema é só meu. Não devo ser julgada por isso e muito menos esperar que todas as outras mulheres tenham a mesma relação com a própria aparência.

Falo tudo isso por causa da “polêmica” chata sobre a Adele, que considero apenas um monte de preconceito. Nunca vi discutirem tanto o peso de uma CANTORA – não uma atleta, ou de qualquer outrx profissional que possa ter algum prejuízo no seu trabalho por causa de peso. Sério, por que o peso de uma pessoa – que não é você, lembre-se – tanto importa? O que isso diz respeito a qualquer outra pessoa que não ela mesma?

Li uma entrevista em que ela diz estar bem satisfeita com o corpo. Pra começar, isso nem deveria ser assunto central numa entrevista com ela. Mas ok. E se ela está feliz, por que não deixá-la em paz?

Se a música dela não te agrada, ok. Mas não diminua seu trabalho por causa da aparência. Aliás, não diminua ninguém por causa da aparência. Pense se fosse com você. Poderia ser por causa do seu nariz, cabelo, dentes, sola do pé, dedinho da mão. Não importa a característica, pra algumas pessoas será um detalhe, para outras motivo de encanto e para outras fator determinante para não existir chance de envolvimento físico, no máximo. E ponto.

Outro exemplo mais recente, é o da Angelina Jolie no dia do Oscar. Todos comentaram sua magreza, como se fosse uma preocupação real com sua saúde – o que não acho que seja o caso. Mais uma vez muita gente gastando muita energia com algo que não lhe diz respeito.

É importante lembrar que ser gorda, magra, assim como alta e baixa, nem sempre depende apenas da vontade da pessoa. Existem fatores biológicos que algumas vezes são mais fortes do que a “força de vontade”. Além disso, tem gente que – pasmem – preferem ser mais gordinhas. Incrível, não?! Pessoas podem sim ser felizes com o peso delas, mesmo que VOCÊ ache que não é um corpo bonito.

Minha sugestão é gastar menos tempo e energia julgando e falando dos outros, e pensar mais por que isso seria relevante pra você, e se não está deixando de aproveitar muitas coisas boas da vida por se prender a uma estética tão efêmera.

Natalia Mendes

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: