Assinatura RSS

A nova economia(*)

Publicado em

Izaías Almada, colaborador

“O homem não tem passado e também não tem futuro”. Essa era a reflexão mais acurada de Eva, que aos treze anos foi deflorada pelo padrasto no interior de Goiás. E que aos vinte vendia seu corpo nas ruas de São Paulo. Sua história, não era diferente da história de milhares de outras meninas pelo Brasil afora.

Afinal, a quem importaria saber se Eva se tornara prostituta porque fora expulsa de casa e da sua terra no sertão goiano? Para ela o que importava agora era satisfazer bem aos clientes, pois, se assim não fosse, ainda poderia ficar sem receber o combinado pelo serviço ou levar umas boas porradas. Os rapazinhos que andavam pelas ruas dos Jardins adoravam mostrar a sua macheza incipiente com as prostitutas.

“O futuro a Deus pertence”, era outra frase que Eva costumava repetir. Reduzida em primeiro lugar a uma simples estatística de crianças abandonadas e mais tarde à categoria de mulheres que necessitavam de cuidados médicos, Eva freqüentava a prostituição chique das ruas da cidade. Só atendia a clientes de carro, meninos de classe média ou jovens executivos que jogavam na bolsa e apostavam seu futuro no índice Nasdaq, coisas com as quais Eva nem sonhava.

Na verdade, Eva sonhava com outras coisas mais simples. Sonhava, por exemplo, em reencontrar os dois irmãos mais novos que ficaram em Goiás. Sonhava com o dia em que mudaria de profissão, queria ser atriz de novelas na televisão. Sonhava, como agora, em arrancar aquele membro a dentadas e cuspi-lo em plena Avenida Paulista…
__________________________________
(*) – Conto do autor, tirado do livro O VIDENTE DA RUA 46, Editora Mania de Livro. Izaías Almada é escritor, dramaturgo e colaborador dos blogs NOTA DE RODAPÉ e ESCREVINHADOR.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: